AGR convalida relatório de riscos do 3º quadrimestre de 2020 do Programa de Compliance Público

Em reunião que contou com a participação do consultor Geovanni Maciel Gonçalves, comitê setorial definiu ampliar sua abrangência, começando com a inclusão de mais uma gerência na sua composição

O Comitê Setorial do Programa de Compliance Público (PCP) da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) se reuniu, na tarde desta quinta-feira (25/02), para convalidar o Relatório de Gerenciamento de Riscos do 3º quadrimestre de 2020, da Gerência de Gestão Institucional (GGI). Na reunião, o Comitê definiu que o nível de exposição a perdas que a AGR vê como aceitável, e está disposta a aceitar enquanto busca alcançar suas metas, é considerado de nível baixo.

Durante o encontro, que contou com a presença do consultor designado pela Controladoria-Geral do Estado, servidor Geovanni Maciel Gonçalves, os integrantes do Comitê definiram iniciar a expansão do Compliance Público para as demais unidades da AGR, iniciando com a inclusão da Gerência de Apoio Administrativo naquele comitê. Em breve, todas as unidades estarão integrando o Compliance Público.

Participaram da reunião por via remota, além de Geovanni Maciel, os servidores da AGR: Francisco Vieira e Hugo de Assis Furtado, da Ouvidoria Setorial; Idelma Rodrigues, da Gerência de Finanças; Luís Maurício Scartezini, da Gerência de Apoio Administrativo; Delano de Pádua Pacheco, da Gerência de Transportes; e Kamilla Ferreira, da Gerência de Gestão de Pessoas.

O PCP na AGR
A AGR implementa, desde novembro de 2019, o Programa de Compliance Público (PCP), que visa o aperfeiçoamento do serviço público e o fomento da cultura da ética dentre os servidores. O programa criado pelo Governo de Goiás, é coordenado pela Controladoria Geral do Estado (CGE), e é desenvolvido em quatro eixos: ética, transparência, responsabilização e gestão de riscos.

A Agência tem se destacado em todas as etapas do programa, cumprindo rigorosamente o cronograma de trabalho estabelecido pelos coordenadores. Além de atividades presenciais, o Programa inclui discussões remotas.

Em novembro de 2020, a AGR instituiu a Secretaria Executiva do Comitê Setorial do PCP, que é responsável por acompanhar a implantação, estruturação e operacionalização das ações nos 4 eixos do programa. Foi inicialmente composto pelos servidores: Patrícia Arantes de Paiva Medeiros (coordenadora); Hugo de Assis Furtado (secretário); Maria Clara Rodrigues Ribeiro Rocha (ética); Francisco vieira de Macedo (transparência); Victor Azevedo Rodrigues (responsabilização); e Carolina Martins Barbosa (gestão de riscos).

A AGR obteve a 7ª colocação entre os órgãos públicos que implementaram o PCP em 2020 e alcançou índice de transparência de 92,85%, ficando em 9º lugar no Prêmio Goiás Mais Transparente. A agência recebeu o Selo Ouro em Transparência e o Certificado em Inovação, da Controladoria-Geral do Estado (CGE).

Na segunda edição do Prêmio Goiás Mais Transparente, a AGR inscreveu dois projetos na Categoria III, Inovação em Transparência: o Manual de Boas Práticas para a Implementação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD); e o Relatório Estatístico e Analítico da Ouvidoria Setorial como Ferramenta de Gestão e de Cidadania, reconhecidos e premiados como inovadores.

Foto: AGR

Legenda
Em reunião virtual, Comitê Setorial também deu início à expansão de sua composição

Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos Estaduais (AGR)

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.