AGR participa de força-tarefa do Governo de Goiás para impedir aglomerações no feriado

Procuradora setorial da AGR, Patrícia Vieira Junker, à direita, durante coletiva com o governador Ronaldo Caiado e autoridades participantes da força-tarefa para impedir aglomerações durante o feriado prolongado em todo o Estado.

Fiscais da Agência estão desde a manhã desta sexta-feira nas rodovias de acesso a regiões turísticas, verificando se o transporte intermunicipal de passageiros está sendo feito de forma regular e licenciada

A Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos Estaduais (AGR), órgão do governo de Goiás responsável pelo cadastro e fiscalização do transporte de passageiros entre as cidades goianas, participa da força-tarefa do Governo para inibir as aglomerações e impedir a expansão do coronavírus durante o feriado de 12 de Outubro. As ações da AGR estão sendo reforçadas nas rodovias de acesso às regiões turísticas do Estado, visando identificar, multar e apreender os veículos de transporte clandestino.

"É preciso que os usuários procurem viajar com empresas que respeitem as regras de licenciamento para terem segurança e tranquilidade. O transporte clandestino oferece riscos e transtornos, porque podem ser apreendidos pelos fiscais da AGR". A declaração é da procuradora setorial da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos Estaduais AGR, Patrícia Vieira Junker, que na cerimônia representou o presidente do órgão, Eurípedes B. da Fonseca.

Nesta manhã de sexta-feira, 9, ela participou, ao lado do governador Ronaldo Caiado e de autoridades de segurança, turismo e regulação, da solenidade de abertura das operações da força-tarefa do Governo de Goiás para coibir aglomerações no feriado prolongado.

Em entrevista, ela destacou a atuação dos fiscais da AGR para inibir o transporte clandestino de passageiros com destino a cidades turísticas. As equipes estarão em barreiras nas rodovias de acesso às regiões turísticas do Estado, que são a de Caldas Novas, a de Pìrenópolis e a do rio Araguaia. 

Patrícia Junker observou que para uma viagem segura, empresas e usuários devem reapeitar as regras de distanciamento no embarque, de uso de máscaras durante todo o percurso e as medidas de higiene.  A aferição de temperatura também é recomendada.

Ainda na GO-070, KM 05, na sede do 1o. Batalhão Rodoviário, a procuradora da AGR esclareceu a revogação de orientação anterior da Agência, que limitava a lotação para transportes de passageiros à metade da capacidade. Agora a lotação passa a ser máxima condicionada ao número de assentos dos veículos.

#agrnaforçatarefa

#transportedepassageiros 

#combateaocoronavirus

 

Procuradora setorial da AGR, Patrícia Junker concede entrevista e pede atenção dos usuários de transportes intermunicipais para evitar transportes clandestinos. 

 

Equipe de fiscais em trabalho na rodovia de acesso a Caldas Novas, uma das três regiões turísticas a receber reforço na fiscalização de transportes de passageiros.